Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Como devo preparar a minha gravidez

O entusiasmo é grande quando se está a pensar ter um filho. Acontecimento inesquecível na vida de uma mulher, a gravidez irá transformar o seu corpo e o seu quotidiano durante nove meses, e para o resto da vida do casal.

Não pode ser uma decisão encarada de ânimo leve, implica uma grande dose de reflexão e bom senso.

Depois da decisão tomada, é hora de deitar as mãos à obra – o que deve fazer:

Dieta
Ter uma alimentação saudável e equilibrada é de maior importância para a saúde. Não cometer excessos com alguns alimentos ou substâncias, como por exemplo a cafeína.

Peso
Mulheres com excesso de peso ou muito magras têm maior probabilidade de sofrer de certas patologias durante a gravidez, com consequências para a saúde da mãe e do feto. Por isso deve conquistar o peso ideal antes de engravidar, e para isso, mais uma vez, uma dieta equilibrada, um estilo de vida saudável e exercício físico adequado são fundamentais.

Tabaco, droga e álcool
Fumar, consumir álcool ou drogas (inclusive medicamentos) pode ser gravemente prejudicial para a saúde do bebé, podendo mesmo deixar sequelas irreversíveis na criança. Antes de engravidar procure ajuda para acabar com estes hábitos.

Vacinas
É importante ter as vacinas em dia, por isso aproveite a oportunidade e actualize o seu boletim individual de saúde.

Consulta pré-concepcional
Antes de tentar engravidar, é aconselhável visitar o seu médico. Vários estudos científicos demonstram claramente que uma consulta pré-concepcional melhora o prognóstico da gravidez. É uma forma de antecipar eventuais problemas e garantir uma gestação saudável.
Nesta consulta são averiguados os seus antecedentes, como doenças, cirurgias ou gravidezes anteriores. Também doenças existentes na família podem ser relevantes. Assim podem ser identificados factores de risco que deixam o alerta para uma vigilância mais apertada, de modo a prevenir eventuais problemas para a mãe e feto. Factores de risco ambientais como pesticidas ou outros químicos podem também ser apurados.

É pedido um check-up de análises de sangue e urina para confirmar uma boa função geral dos vários órgãos, e avaliar o estado de imunidade ou infecção de várias doenças de extrema importância na gravidez, como a rubéola, a toxoplasmose, a sífilis, HIV e hepatite B. Também é necessário saber o grupo de sangue.

É prescrito suplementos de ácido fólico para iniciar mesmo antes de engravidar. Estudos comprovam que assim diminui-se a incidência de defeitos do tubo neural do feto.
Nesta consulta também poderá colocar todas as suas dúvidas, incluindo informações incorrectas que lhe tenham sido transmitidas.

As doenças adquiridas antes da gestação devem ser tratadas ou, pelo menos, estabilizadas de maneira a minorar os seus efeitos nocivos. Por isso é obrigatório que mulheres com alguma doença, como por exemplo, diabetes, hipertensão, epilepsia, doenças cardíacas, renais ou da tiróide, procurem o seu médico quando decidem engravidar.

Consulta de aconselhamento genético
As doenças genéticas podem passar de geração em geração ou afectar vários irmãos. Recomenda-se uma consulta de aconselhamento genético, antes da gravidez, para o casal que tenha história familiar ou um filho anterior com síndroma de Down, malformações do coração, atraso mental, espinha bífida, doenças musculares hereditárias ou certo tipo de anemias.
publicado por motherlove às 11:11
link do post | comentar | favorito
|

.Eu sou assim...

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Update

. Desabafo

. Férias

. Centro de saúde: Um dia "...

. Aquarela

. Sexta Feira 13

. Boas noticias

. Dois anos ...

. ...

. Incertezas

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds